ÚLTIMA VIAGEM

ela-nunca-mais-voltou

Sua foto em minha mão,

Eu te fitava noite e dia.

Com tua imagem em minha visão,

Conforto a Deus em vão pedia.

 

 

O pranto dos meus olhos descia,

Uma dor forte no meu coração.

E você na foto nem sequer me via

Assim perdido nessa aflição.

 

 

A minha dor no peito agonizava,

A luz no seu olhar já não brilhava,

E um nó na garganta me fazia calar.

 

 

Depois, solitária, numa urna fechada,

Pra longe de todos foi levada,

E nunca mais retornou ao lar…

UMA QUESTÃO DE GOSTO

 

Alguém me perguntou o que vi em você,

Por que eu vivo à sua mercê?

Seria motivo de alguma aposta?

Todos me cobram essa resposta.

 

Alguém me disse que é pela riqueza,

Já que em você não existe beleza.

Chegaram até a comentar

Que não tenho condições de amar.

 

Alguém me falou cobrando

Que eu não posso estar lhe amando

Por não revelar no meu rosto.

 

Ninguém é igual neste mundo,

Traduzo o sentimento profundo

Numa simples questão de gosto!

UM MAU ESTUDANTE

 

Ele quer evitar a aula

Como fera foge da jaula.

Tem fama de “enforcador”,

A nenhuma matéria dá valor.

 

Ele não passa de gazeteiro,

Na chegada é o derradeiro.

A última aula nunca assiste,

Antes do fim do ano desiste.

 

Não copia matéria nova,

Foge do dia de prova,

Impossível a todo instante.

 

Tem sempre uma piada,

Do assunto não sabe nada,

É apenas um mau estudante!

TENHA FÉ!

 

Nunca perca a esperança,

Busque com perseverança.

Quem acredita nunca “dança”,

“Quem espera sempre alcança”.

 

Mostre a sua paciência,

Agindo com persistência.

A certeza é boa ciência,

Quando o amor é a essência.

 

Mantenha a busca incessante,

Do sonho sempre constante,

Embora nem saiba se é.

 

Permaneça inalterável,

No desejo invariável

E Deus confirma a sua fé.

TODAS AS NOITES

 

 

Todas as noites antes de dormir

A sua imagem vem me afligir.

A imensa vontade de te ter

Faz meu corpo todo estremecer.

 

 

A saudade sempre me chama,

Acompanha-me até na cama.

Você nem sabe que tanto amor

Até transforma saudade em dor.

 

 

Mas como eu queria

Que novamente fosse dia

Para mais uma vez eu lhe ver.

 

 

É tão grande esta paixão

Que mal cabe no coração

A imensidão do meu querer!

 

                                Igor Lira

TE AMO

 

 

Olhei fundo no teu olhar,

A timidez me fez calar.

Mas veio uma voz amiga

Ordenando que lhe diga.

 

 

A minha emoção refreada,

Sentiu-se incentivada.

A mente não queria esconder,

E ordenou: “pode dizer”.

 

 

De repente, uma impulsão louca,

O desejo assume a boca

E finalmente exclamo.

 

 

Expulsando a timidez,

Sem um pingo de lucidez

Eu ouso dizer: “te amo!”

TERNURA

 

 

No sentimento sou leigo,

Mas adoro seu jeito meigo.

Esse seu modo afetuoso,

Também me torna amoroso.

 

 

Qual voo de uma ave,

Adoro seu passo suave.

Meu olhar fica ao seu mando,

Perdido em seu jeito brando.

 

 

A sua voz tão macia,

O melhor em mim irradia

Enchendo meu mundo de paz.

 

 

Perdido em seu jeito manso,

Em busca do seu beijo avanço

E o nosso amor se faz.

TUA CARTA

 

Na cabeceira da minha cama existe

Uma mensagem que leio e fico triste.

É uma carta que até hoje eu,

Sinto saudade de quem a escreveu.

 

Essa carta ao meu choro assiste,

Ao meu lado sempre ela viveu.

Reviver um sonho que consiste

Na lembrança do amor que já morreu.

 

Tenho-a de cor na minha memória

E o que era um bem na minha história

Hoje se transformou em mal.

 

Com tudo no meu egoísmo,

Pergunto com tal cinismo:

E quem não teve amor igual?

TÉDIO

 

 

Em noite como esta,

Longe do ar de festa,

Vivo de tantos horrores,

Sentindo todas as dores.

 

Sem ir, estou sempre de volta,

No olhar um ar de revolta.

Longe eu sinto a aurora

E morro assim toda hora.

 

No peito a mesma emoção

Explode em meu coração

Vazio em todos os cantos.

 

E neste vazio profundo,

A mágoa invade meu mundo

E choro todos os prantos.

SÓ PENSO EM NÓS

 

Mesmo quando estou a sós,

Só sei pensar em nós.

Entrego-me inteiro ao teu ser,

Eu só vivo se ti ver.

 

A sua ausência vem por inteiro,

Sinto na brisa teu cheiro.

O silêncio me traz a calma,

Ouço tua voz no fundo da alma.

 

Sua imagem invade minha mente,

Eu sei de tudo que sente,

Mas não posso te tocar.

 

O sonho então me transporta,

Estou agora em tua porta

E posso assim te beijar.