SEM PRAZO PARA AMAR

 

 

Pensamento unido em cada linha,

Uma estória que parece tão minha.

Mulher jovem no aconchego de um teto,

Doce musa à procura de afeto.

 

Vem a noite aumentando o clamor

Quem lhe dera aceitar tanto amor.

Que fazer se o sentimento mais cético

Adormece no momento poético.

 

Alguém diz, “é questão de estalo”,

Atino o ouvido e a sós me calo,

Esperando do amanhã uma atitude.

 

Aguardo como fim de sentença,

A cada dia sua meiga presença

Mas desfalece em mim a juventude.

MEUS AMORES

 

Foi ligeiro o meu amor primeiro,

Durou um beijo de um minuto.

O segundo, embora passageiro,

Deixou meu coração de luto.

 

Meses depois, tive o terceiro,

Do qual reclames ainda escuto.

Depois o quarto, o derradeiro,

Que ainda clamo a todo minuto.

 

Depois de tanto ter amado,

Sinto o corpo castigado

E num sono adormeço.

 

Em sonho entro em declive,

Lembrando do amor que não tive

E amando a quem nem conheço.

FUGACIDADE

 

 

Esse amor foi tão fugaz,

Mero caso de um rapaz.

Tocou o coração da gente,

E fugiu apressadamente.

 

 

Esse amor que foi tão louco,

Não sei por que durou tão pouco.

Chegou qual chuva precipitada,

Secou no mormaço da calçada.

 

 

Esse amor tão fugidio,

Um misto de calor e frio

Que nem se pode definir.

 

 

Um amor assim fujão,

Não maltrata o coração

Nem chegou a existir.

DIZER

 

 

Ela vai dizer pessoalmente,

O que guarda em sua mente.

Ela disse que logo fala

Tudo aquilo que agora cala.

 

Ela disse da intenção

De acabar com essa tensão.

Ela diz que não se explica

Porque na fala se complica.

 

Ela diz tudo sem falar,

Há uma luz no seu olhar

Que parece uma fogueira.

 

Ela disse em timidez,

Se não chegar a sua vez,

Ela espera a vida inteira…

AMOR À PRIMEIRA VISTA

 

 

 

Por mil caminhos te busquei

E nem sei por onde andei.

Não te encontrei no meu passado

Onde eu vivi angustiado.

 

 

Eu te busquei desde menino,

Você estava em meu destino.

Por mil cidades eu transitei

E em nenhuma eu te encontrei.

 

 

Eu ansiei a tua presença,

Fiz de você a minha crença

Pois sempre esteve em minha lista.

 

 

Um amor de muitas gerações,

Desencontrado por tantas razões

Nasce agora à primeira vista.

VIDA AMARGA

vida-amarga

Vou levando minha vida a custo,

Aqui e ali um novo susto.

Uma vida de renúncia, de veto,

Sem carinho, amor ou teto.

 

 

Vou seguindo na vida sem um guia,

Perdido na neblina em noite fria.

Cansado, carregando esse meu tédio,

Adormeço na marquise de algum prédio.

 

 

Sigo pela vida sem remorso,

Lutando ao acaso me esforço,

Mas ninguém acredita em mim…

 

 

Sigo nesta vida, um peregrino,

Eu que nunca pude ser menino

Aguardo como herança um triste fim…

BELEZA TRÁGICA

Lembro a sua voz plangente

Que acariciava o ouvido da gente.

Lembro a sua face sorrindo,

Mostrando o mais belo do lindo.

 

Lembro que uma vez tão erma,

A matéria se transformou enferma.

Lembro que sem tempo de amar,

Você mal conseguiu sonhar.

 

Lembro que na triste espera,

Em meio a tantas dores,

Chegou sem avisar a primavera.

 

Lembro do seu nome na escultura,

Encoberto pelas flores

Que enfeitam a sepultura

SOFRIMENTO

 

A dor comigo mora,

Sua saudade me devora.

Quem dera o sentimento que nasce,

Em meu rosto se estampasse.

 

Você não sabe o que sinto agora,

O lábio sorri, a alma chora.

Quem dera o que visse na face

Pelo menos compaixão lhe causasse.

 

Tento sonhar, mas não consigo,

O pesadelo como forte inimigo,

Acaba a ilusão venturosa.

 

Do nosso caso o que ainda existe,

É a infinita dor que resiste

Como uma chaga cancerosa.

UM JEITO NOVO DE SER FELIZ

 

Encontrei, assim como se diz,

Uma nova maneira de ser feliz.

Embora no papel esteja separado,

Estou mais do que nunca apaixonado.

 

Valorizamos o tempo que temos,

Pois há dias que não nos vemos.

Mas então um simples olhar,

Para uma grande emoção ter seu lugar.

 

São tantos carinhos que guardamos,

Milhões de beijos que nos damos,

Como se fosse uma primeira vez.

 

Seu corpo já não sente medo,

Meu toque sabe do seu segredo,

No amor mais lindo que se fez.

AMOR CLONADO

 

 

Sei que o sentimento meu

É bem semelhante ao seu.

Nada nele é surpresa,

É fruto de pura certeza.

 

Quando me vem o cansaço,

Descanso no seu abraço.

Antecipo ao seu próprio desejo,

Matando sua sede num beijo.

 

Simples como uma flor,

Nasceu o nosso amor

Num jardim de felicidade.

 

Deus, estando apaixonado,

Permitiu esse amor clonado

Que segue pra eternidade!