CINQUENTA E TRÊS

jesus-cristo

Entre os homens, o mais desprezado,

De todos, ninguém mais rejeitado.

Homem de dor, de grande sofrer,

Homem que sabe o que é padecer.

Era desprezado, e isto posto,

Todo homem lhe escondia o rosto.

E dele nem sequer fizemos caso,

Pois todos O trataram com descaso.

Pagou alto preço, pois a bem da verdade,

Levou sobre si toda enfermidade.

Mostrou ao mundo todo o seu amor,

Pois levou sobre si toda a nossa dor.

E nós, pecadores em conflito,

Reputávamos-lhe por aflito.

Por nossos pecados foi punido,

Ferido de Deus e oprimido.

Foi transpassado não por suas ações,

Mas sim pelas nossas transgressões.

Homem puro, de grande dignidade,

Foi moído pela nossa iniquidade.

Sobre Ele esteve jaz,

O castigo que nos traz a paz.

Pelas suas pisaduras hoje sou sarado,

Ele pagou o preço pelo meu pecado…

Apesar de oprimido e humilhado,

Não abriu Sua boca, ficou calado.

Foi cortado da terra de todo vivente,

Ferido pela transgressão de nossa gente.

Designaram, confirmo nesses meus versos,

Sua sepultura com os perversos.

Mas com o rico esteve na sua morte,

Pois nunca fez injustiça esse forte.

 Suportou a tudo com calma,

Na morte derramou sua alma.

Pelos transgressores intercedeu,

Foi por amor a nós que Ele morreu!

SE NÃO HOUVER AMANHÃ

se-nao-houver-amanha-1-728

Não vou esperar uma nova aurora,

Tenho ânsia de te falar agora.

Quero ainda hoje mesmo mergulhar,

Ir ao mais fundo do seu olhar.

 

 

Não vou esperar um novo dia,

Pois esse sentimento não se adia.

Quero abrir o meu coração

E lhe entregar toda minha emoção.

 

 

Não vou esperar outro momento,

Pra lhe dizer do meu sentimento.

Quero percorrer da base ao cume,

Sorver em teu corpo todo perfume.

 

 

Vou lhe dizer sem mais requinte,

Não quero esperar o dia seguinte.

Fluir todo amor num longo beijo,

Marcar de paixão todo meu desejo.

 

 

Não quero esperar pelo depois,

Quero esse instante entre nós dois.

Envolver de carinho todos seus traços,

Mantê-la aquecida entre meus braços.

 

 

Quero que perdoe todo esse meu afã,

Mas sei que se não houver amanhã,

Não sentiremos nenhum arrependimento,

Pois vivemos intensamente cada momento.

INVEJA

inveja

A inveja é um grande mal,

Ela é uma fraqueza moral.

Acaba com todo plano,

Na luta do ser humano.

 

 

O invejoso encontra um meio,

De lamentar o triunfo alheio.

Ele finge uma postura amiga,

E compete mediante a intriga.

 

 

Ao próximo tudo denota,

Torce por sua derrota.

Desvaloriza tudo que faz,

Pelo insucesso se compraz.

 

 

Não vê como coisa boa,

O sucesso da outra pessoa.

Egocêntrico, só vê razão,

Se é o centro de atenção.

 

 

Resultado da morbidez inata,

Possui uma preguiça que mata.

Nunca se alegra com a ascensão,

Com a alheia realização.

 

 

A inveja descarrega em geral,

Corrente negativa mental.

Mas que na verdade só irradia,

Se você estiver em sintonia.

 

 

Cura para ela até existe,

A terapia para a inveja consiste,

Na reflexão do eu profundo

Em torno do seu futuro no mundo.

 

 

Há em tudo um ponto comum,

O processo da evolução de cada um.

Cultiva a alegria pelo que é,

Num grau mais elevado de fé.

FUJO DE TI

fujo-de-ti

Fujo deste teu olhar

Que parece me hipnotizar.

Desse teu olhar marcante,

Quero estar sempre distante.

 

 

 

Fujo desta tua voz,

Que fala tanto de nós.

Dessa voz suave e macia,

Quero fugir da tua magia.

 

 

 

Fujo deste teu perfume

Que a outro causa ciúme.

Desse cheiro que o ar irradia,

No perfume que tanto inebria.

 

 

 

Fujo desta tua visão,

Pois não passa de ilusão.

Fujo da dor que já senti,

Simplesmente fujo de ti.

EM BUSCA DA PERFEIÇÃO

em-busca-da-perfeicao

 

 

Não sei quantas vezes eu vim,

Mas sei que todas tiveram um fim.

Por certo que cada encarnação,

Deve ter lá a sua razão.

 

 

Não sei nada do meu passado,

De outras vezes que estive encarnado.

Mas se tive a necessidade de voltar,

É certo que preciso melhorar.

 

 

Agora eu sei nesse momento

Que busco o aperfeiçoamento.

E que a cada nova encarnação,

Estamos em busca da perfeição.

 

 

Procuro sempre me harmonizar

Com uma nova forma de pensar.

Se me desapego do material,

Evoluo no campo espiritual.

 

 

Entretanto há um desafio profundo,

Um fascínio pelas coisas do mundo.

Quando mais eu procuro “ter”,

Mais me afasto do verdadeiro “ser”.

ELA NASCEU PRA MIM

martha-eliani

Ela veio assim do nada

Para ser minha namorada.

Passou por outros braços,

Recebeu outros abraços.

 

Ela veio meio por acaso,

Para ser esse meu caso.

Experiente de outros beijos,

Provocou muitos desejos.

 

Ela veio sem querer

Para ser meu bem querer.

Espalhou pelo caminho,

Sua ternura e seu carinho.

 

Pouco importa como veio,

O destino achou um meio.

Pouco importa por onde passou,

Se finalmente me encontrou.

 

Pouco importa cada estrada,

O que passou nessa jornada,

Se tudo nela se aninha,

Ela nasceu pra sempre minha…

CIÚME

ciumes

É um fator de insegurança,

Uma vida em desconfiança.

Quem a esse mal se sujeita,

Vive uma vida de suspeita.

 

Com o seu ego dominador

Asfixia a quem diz ter amor.

Domina a conduta e o pensamento,

Busca o ciúme a todo o momento.

 

O ciumento tem a visão turvada,

Ele só vê o que lhe agrada.

Na dúvida se precipita,

Só se envolve no que acredita.

 

Ouve somente a sua emoção,

Fica sempre surdo à razão.

Inseguro do próprio valor,

Descarrega em seu amor.

 

Com a mente exacerbada,

Vê suspeita e não tem nada.

O veneno lhe toma a mente,

Age assim insanamente.

 

Nenhuma companhia é boa,

Duvida de qualquer pessoa.

O isolamento que procura,

Leva a parceira à loucura.

 

Com o ciúme nada se ganha,

Mas vencê-lo é uma  façanha.

Quando o egoísmo lhe inspira,

O alguém ao lado mal respira.

 

Um novo horizonte é aberto,

Quando do ciúme é liberto.

Os dois desfrutam a paz,

E o amor finalmente se faz…

COMO POSSO?

como-posso

Como posso lhe dizer

Que já consegui lhe esquecer?

Se lhe vejo em cada olhar

Que na rua ouso fitar.

 

 

 

Como posso lhe dizer,

Que não quero mais te ver?

Se sinto como miragem

A visão da tua passagem.

 

 

Como posso dizer que não sinto,

Se todos sabem que minto?

Fica clara em minha emoção,

Tudo que tenho no coração.

 

 

Como posso dizer que não amo,

Se a todo o momento te chamo?

Como posso te esquecer,

Se preciso de ti pra viver?

AO QUE VIRÁ…

ao-que-vai-nascer

 

Foi assim, por muito te querer,

Na união dos corpos, um novo ser.

Uma relação feliz, ausente de dor,

Onde o prazer se fez do nosso amor.

 

 

Desse amor tão grande da gente,

Brotou a mais bela semente.

Guardada no santuário do ventre,

Para que logo nesse mundo entre.

 

 

Ela sentirá num toque na barriga,

O carinho dessa minha mão amiga.

No percurso desse pequeno trajeto,

Um grande amor para o nosso projeto.

 

 

Por nove meses te esperarei,

Mas desde a concepção já te amei.

Aguardarei muito ansioso

Por esse dia tão glorioso.

 

 

Há em nossa ansiedade,

Um clima de pura felicidade.

Sinto no olhar um novo brilho,

Seja bem-vindo, meu filho!

MEUS VERSOS PARA VOCÊ

 martha-eliane-copia

Você que calada penetrou meu olhar,

Fazendo-me feliz novamente amar.

Você que um dia cruzou meu caminho,

Fazendo-me sonhar em ter teu carinho.

 

Você que sentada me vê passar

E nem um sorriso deixa escapar.

Você que pôs fim a minha paz

É o momento bom que a vida me traz.

 

Você que se mostra tão indecisa,

Mas que na escola é sempre precisa.

Você que me faz suspirar de emoção,

Esquecer no passado tanta frustração.

 

Você que parece estar sempre triste,

Que não sabe sequer do amor que existe.

Você que me faz esquecer a razão

E dizer o que explode em meu coração.

 

Você que acumula tanta beleza

Que propaga no porte um ar de nobreza.

Você que caminha airosa e bela

Transformando a rua numa passarela.

 

Você que não ouve quando lhe chamo,

Que não sabe sequer o quanto lhe amo.

Você que em breve terei que esquecer,

Pois será uma batalha que não pude vencer.

 

Você que é a grande ilusão do momento,

Que será amanhã um triste lamento.

Aceite esses versos de um sonhador,

Que teve em você o seu grande amor.