E-books – PROJETO

altPARTICIPAÇÃO LITERÁRIA

Este foi o primeiro livro do autor lançado no ano de 1.979 quando ele dividia suas atividades entre o futebol profissional  defendendo as cores do União de Rondonópolis e a Educação atuando na Escola Estadual Marechal Dutra. O livro com um total de 65 páginas possui várias crônicas e pensamentos.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

alt ENCONTRO

 Deixando de lado as crônicas e pensamentos do primeiro livro, Gilson Lira mergulhou no mundo da poesia romântica (o seu primeiro livro no gênero). O livro possui  65 páginas e reúne em todo seu conteúdo 5.477 palavras. Vale  à pena conferir essa obra romântica do autor.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

  

 

alt  SORRISOS E LÁGRIMAS

Essa obra surgiu como um grande desafio para o autor, pois o soneto é o gênero mais exigente de um escritor que tem que respeitar as normas da modalidade (dois quartetos e dois tercetos). A segunda parte o autor também nos brinda com uma coletânea de lindas trovas.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

alt  A HISTÓRIA EM VERSOS

Como professor de História o autor não poderia deixar de lançar uma obra na sua especialidade educacional. Reuniu toda a história desde o período dos homens da caverna até a queda do Império Romano (em seus aspectos políticos, econômicos e sociais) e deu ritmo à Antiguidade com as suas rimas. A obra possui  64 páginas e será muito útil tanto aos professores quanto aos estudantes brasileiros.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt PALAVRAS QUE EU NÃO TE DISSE – VOL. I

 Quando lhe perguntam qual o seu livro mais romântico, o autor não pensa duas vezes para responder que é esse. Faz parte de um momento conturbado em que ele esteve separado do seu grande amor por um determinado tempo. Nesse período produziu poesias maravilhosas que encantam as suas 63 páginas.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

alt

ESTRADAS

Essa  obra foi lançada em 1.995 e numa parte de sua introdução o autor nos diz: “São essas tantas estradas de minha vida em que, a cada encruzilhada, surpreendido na tristeza ou na alegria, transformei em poesia”. Com uma introdução como essa quem não quer desvendar as 44 páginas dessa “Estrada”.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

altPOESIAS QUE O AMOR ME INSPIROU

Neste livro relaciono uma coletânea de poesias que retratam o amor, a saudade, a paixão, a dor, o sonho, a dúvida, enfim temas relacionados ao romantismo. Não o romantismo, escola literária, mas o estado d’alma que caracteriza o ser humano num dado momento de sua vida.

São 52 páginas de títulos maravilhosos com poesias que caracterizam o chamado mal do século. 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ.

 

 

 

ILUSÕES POÉTICAS

Esta obra visa colocar em termos poéticos situações vividas por várias pessoas que sonharam, criaram expectativas em cima dos seus sonhos e acabaram frustradas por não verem realizados os mesmos. A maioria delas sentiu-se machucada pelos revezes que a vida lhe impôs, outras aproveitaram a oportunidade para usar tal experiência para vencer desafios futuros.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

altPALAVRAS DE LUZ

Esta obra foi lançada no ano de 1.998 e o motivo de tê-la lançado foi o testemunho de um milagre que presenciamos na Igreja Sal da Terra. Ficamos tão tocados com o fato que resolvemos relatá-lo (Soneto “O milagre”) e quando vimos estava escrevendo um livro inteiro com 45 páginas. A obra compõe-se de poesias, trovas e pensamentos. Todos em nome de Jesus.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

altNO ABISMO DAS MINHAS ILUSÕES

Essa obra inaugura uma nova era pois foi escrita em 2.001 e tendo mais de 90 poesias em 101 páginas, mostra uma série de conflitos românticos, mas também vários temas sociais que surgem em nossas vidas como provações fazendo com que de repente a gente se sinta na beira de um abismo: No abismo das minhas ilusões.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

 

altSUSPIROS D’ALMA

Através da experiência de vida, transportamos para estas páginas uma história que pode ser a sua própria história. Esperamos que as mesmas possam agradar-vos e quem sabe arrancar dos mais exigentes leitores: SUSPIROS D´ALMA. A obra foi escrita em 2.001 e lançada em 2.002 com 101 páginas e 7.632 palavras.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

 

alt POR AMOR

…Aqui na literatura tenho sido um privilegiado, pois embora vivendo num Estado, cujas autoridades não incentivam a leitura, consigo chegar ao 15º livro editado e com venda garantida entre a classe estudantil. Assim sendo, quero deixar nas páginas que seguem mais uma coletânea de poesias, que assim como tudo que fiz na vida, também fiz: POR AMOR. A obra foi lançada em 2.003 com 55 páginas.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

 

altO MELHOR DE MIM

Este livro reúne em apenas 57 páginas o que até então considerei o melhor do que já havia escrito. Misturam-se poesias e sonetos que se destacaram em livros anteriores. Na verdade a seleção foi feita pelo próprio autor e não por indicação dos seus leitores, mas fica ao julgamento de todos que tiverem acesso à obra. O seu lançamento também ocorreu no ano de 2.003.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

 

alt REFLEXÕES

A proposta do nosso 16º livro, cujos pensamentos são colocados aqui nestas páginas tem como objetivo desafiar o leitor a mergulhar dentro de si mesmo, na certeza de que após a leitura, novos horizontes serão abertos em termos de sabedoria, graças a essas REFLEXÕES. A obra lançada em 2.005 foi reformulada e aqui se apresenta com 85 páginas.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

 

alt DESCAMINHOS

Esta obra embora escrita no ano de 2.006 ainda não foi lançada para o público na sua versão de papel. Aparece aqui pela primeira vez no sistema de e-book com 57 páginas. O gênero escolhido pelo autor é a crônica. Confira as linhas finais da sua introdução: “Que sabendo optar pelos caminhos corretos nunca tenha que se defrontar com caminhos tortuosos, de maus exemplos, que na verdade nada mais são do que DESCAMINHOS”.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

alt BIOGRAFIAS EM VERSOS

Caro leitor é necessário que compreendamos que todo esforço é válido quando se trata de conquistar a verdade. Assim, ao ler este livro, queremos dizer que o assunto em foco já foi tema de várias outras obras, mas sempre em prosa.    A nossa proposta é levar a cada um dos leitores a vida de homens inesquecíveis dentro de uma visão poética. A obra com 108 páginas é inédita e fica à disposição daqueles que querem obter mais conhecimento sobre os grandes nomes que ajudaram a construir nosso mundo com a sua sabedoria.

 

                          PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt LAMPIÃO, O REI DO CANGAÇO

Este livro traz ao querido leitor a história deste grande mito do sertão nordestino, aqui transcrita em versos, sem, no entanto fantasiar a verdade dos fatos, mas quem sabe, colocar de maneira clara como eles transcorreram, já que para muitos, Lampião não passou de um bandoleiro e para outros foi um justiceiro que sem ter a lei ao seu lado, voltou-se contra ela, fazendo justiça pelas próprias mãos.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

 

alt VERSOS & REVERSOS

Quando produzo versos, nem sempre consigo escrevê-los colocando no lado positivo das coisas, aliás, na maioria das vezes é mais fácil escrever sobre os momentos sofridos da nossa vida do que dos momentos alegres. A inspiração tende a ser mais fácil na dramaticidade do que no seu lado cômico. Este livro quer mostrar em suas poesias esses dois lados, daí chamar-se VERSOS E REVERSOS.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

  

 alt FOLHAS MORTAS

Quem sabe, entre as poesias que selecionamos neste livro, você encontre alguma que abra seus olhos para servir de exemplo e evitar que sofra alguma decepção, embora só possa dizer que conhecemos alguma coisa quando experimentamos e não porque ouvimos dizer. Possui um total de 60 páginas e a poesia que abre é “AO QUE VIRÁ…” enquanto que o texto que o encerra é “EM PAZ”.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

alt POR UM GRANDE AMOR

Cada livro traduz o nosso momento histórico. Quando o espiritual me tocou mais forte, escrevi “Palavras de Luz”, quando a tristeza me invadiu pela separação, surgiu “Palavras que eu não te disse”. E assim por diante. Quem acompanhar a cronologia de minhas obras vai saber que sou um homem feliz. E agora que tenho meus netos sou mais ainda. Por Anny Victória, Piettra e Gilson Lira Neto.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

alt CAMINHANDO NA PALAVRA

O seu prefácio já é um convite para ler mais essa obra religiosa:

 Depois do meu último sucesso,

Eis-me aqui de regresso.

Pela aceitação de “Palavras de Luz”,

Volto a escrever pra Jesus. 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt CONTRASTES

Algumas das poesias que constam neste livro foram construídas em cima de temas propostos por meus alunos, e por isso mesmo acabam retratando problemas e situações próprias dos adolescentes. Gostei de escrevê-las porque tive que voltar algumas décadas no tempo para traduzir o que eu sentia quando adolescente. Possui um total de 55 poesias distribuídas em 93 páginas.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

alt PÁGINAS ARDENTES

Páginas ardentes é um livro que reúne poesias inéditas e uma série de outras que foram escolhidas por adolescentes de várias escolas públicas de Rondonópolis que sempre lêem minhas obras e acompanham nosso trabalho a cada ano que chega, alguns até com certa ansiedade pelo próximo lançamento.   São 50 títulos escolhidos a dedo que ocupam um total de 114 páginas. 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

alt A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

Esta é uma obra que tem como objetivo levar informações que às vezes não são encontradas nos livros didáticos usados no Ensino Fundamental ou Médio. Não quis, nem tive a pretensão, de colocar nas linhas que seguem uma visão crítica sobre o conflito, apenas procurei de maneira objetiva focalizar o fato histórico como realmente ocorreu. Confira a participação do Brasil que vai além do que você sabe até agora. São 86 páginas com um total de 18 capítulos.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

COLUNA DO ARTILHEIRO – CRÔNICAS ESPORTIVAS

Escrevo esta coluna no site do meu amigo Salaquiel Moisés, Futebolmt.com.br. Este livro tem como objetivo preservar todas as crônicas já escritas e lançadas na Coluna do Artilheiro.Total de páginas: 361

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME I – JANEIRO

Este é o nosso 40º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 329.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME II – FEVEREIRO

Este é o nosso 41º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 221.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME III – MARÇO

Este é o nosso 42º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 271.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME IV – ABRIL

Este é o nosso 43º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 341.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME V – MAIO

Este é o nosso 44º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 326.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME VI – JUNHO

Este é o nosso 45º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 258.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME VII – JULHO

Este é o nosso 46º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 308.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME VIII – AGOSTO

Este é o nosso 47º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 301.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME IX – SETEMBRO

Este é o nosso 48º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 317.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME X – OUTUBRO

Este é o nosso 49º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 374.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME XI – NOVEMBRO

Este é o nosso 50º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 248.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

alt CALENDÁRIO CÍVICO – VOLUME XII – DEZEMBRO

Este é o nosso 51º livro, com ele queremos homenagear alunos e professores, e ao mesmo tempo oferecer-lhes um livro rico de informações sobre todas as datas cívicas num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 278.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

CALENDÁRIO CÍVICO – CLUBES DE FUTEBOL

Este é o nosso 52º livro, com ele queremos homenagear atletas, torcedores e dirigentes de clubes de futebol oferecendo-lhes um livro rico de informações sobre a data de fundação do clube do seu coração num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas da obra: 94

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ.

 

 

CALENDÁRIO CÍVICO – ESTADOS BRASILEIROS E PAÍSES DO MUNDO

Este é o nosso 53º livro, com ele queremos homenagear todos os leitores oferecendo-lhes um livro rico de informações sobre as datas de emancipação política dos países do mundo e Estados brasileiros num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 331

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ.

  

CALENDÁRIO CÍVICO – NASCIMENTO E ÓBITOS DE CELEBRIDADES

Este é o nosso 54º livro, com ele queremos homenagear todos os leitores oferecendo-lhes um livro rico de informações sobre os nascimentos e óbitos de pessoas importantes num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 738

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

CALENDÁRIO CÍVICO – PROFISSÕES

Este é o nosso 55º livro, com ele queremos homenagear todos os profissionais oferecendo-lhes um livro rico de informações sobre as profissões existentes num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor. Total de páginas: 542

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 CALENDÁRIO CÍVICO – RELIGIÕES

Este é o nosso 56º livro, com ele queremos homenagear todos os leitores oferecendo-lhes um livro rico de informações sobre todas as religiões num palavreado poético, procurando com isso fechar a lacuna existente neste setor.Total de páginas:193

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ.

  

O MELHOR DE MINHAS OBRAS

Como é difícil juntar mais de 50 livros numa só obra, achei por bem escolher entre todas aquelas que mais significados tiveram para o poeta, os escritos que marcaram presença nas diversas modalidade em que escrevi nestes 30 anos do nosso primeiro lançamento ocorrido em 1.979 com a obra intitulada “Participação Literária”. O livro tem um total de 150 páginas.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ.

 

 AS MINHAS MELHORES CRÔNICAS

…Com o passar do tempo outros temas motivaram novas crônicas e assim acabei tendo a oportunidade de fazer agora uma escolha daquelas que considero AS MINHAS MELHORES CRÔNICAS. O livro possui um total de 39 crônicas em 66 páginas.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ.

 

 

DESILUSÕES

Em termos de amor, criamos expectativas em relação à pessoa amada e quase sempre quando somos muito exigentes ficamos sujeitos às ilusões e indiferente aos nossos sentimentos elas chegam a causar muitos estragos ao nosso coração. Mas não passam de frustrações que o próprio tempo nos ajuda a superar. Ao final o que resta são as DESILUSÕES. Total de páginas dessa obra 42 com 29 títulos.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ.

 

 

FRUSTRAÇÕES

…Tem gente que chega a acreditar que não tem o seu par nessa passagem, mas na verdade todos têm. O que varia é o tempo para encontrá-lo, uns conseguem a primeira vista, outros na última. O que não conseguimos ficar sem provar são as inúmeras situações que aparecem em nossos caminhos e que em muitas vezes se transformam em FRUSTRAÇÕES. Esta obra possui 30 temas num total de 45 páginas.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ.

 

 

MEUS MELHORES PENSAMENTOS

…Assim sendo essa obra se constitui de centenas de pensamentos criados ao longo de minha vida e que já deram a sua contribuição para aquelas pessoas que os leram e tenho certeza que serão de grande utilidade, pois eles são MEUS MELHORES PENSAMENTOS. Esta obra possui 136 páginas de muita sabedoria para a sua reflexão.

 

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ.

  

MEUS SONETOS PREFERIDOS

Houve um tempo em que o soneto foi um verdadeiro desafio para mim. Fiquei imaginando ter que dizer tudo o que eu queria sobre determinado assunto em apenas 14 linhas distribuídas em dois quartetos e dois tercetos. Desafio vencido quando lancei Sorrisos e Lágrimas, hoje me dou ao luxo de escolher aqueles que são os meus preferidos numa coleção de 152 que por certo vocês vão adorar. Esse livro tem um total de 161 páginas.

 

MEUS ÚLTIMOS POEMAS

Apesar de só lançá-lo agora, este livro foi escrito há mais de vinte anos. Ele retrata um momento de sofrimento, de desilusões, de desencontros de uma pessoa que sempre encarou o mundo de maneira inocente, até mesmo infantil, principalmente nas coisas relacionadas aos sentimentos. Vale a pena conferir as suas poesias em 52 páginas de 30 títulos selecionados.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ.

 

A HISTÓRIA EM VERSOS – CACHOEIRAS DE MACACU (RJ), O PARAÍSO DAS ÁGUAS CRISTALINAS

Se a gente pudesse escolher onde nascer, por certo Cachoeiras de Macacu seria a minha cidade natal. Aliás nasci em Natal no Rio Grande do Norte, mas com apenas 2 anos meus pais foram para o Rio de Janeiro e desde então fiquei em Cachoeiras, tendo ali vivido a minha infância e a minha adolescência. É a história dessa cidade cognominada de “O paraíso das águas cristalinas” que conto aqui como toda saudade dos tempos em que lá vivi.

PROJETO CULTURAL: MATO GROSSO, UM ESTADO QUE LÊ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

{module Pesquisar}