Arquivos diários: 6 de julho de 2017

DATAS COMEMORATIVAS DE 07/07

07 DE JULHO É O 188.º DIA DO ANO 2.017 E FALTAM 177 PARA ACABAR O ANO.

DATAS COMEMORATIVAS DE 07/07:

 

 

DIA DO 1º JOGO DE PELÉ PELA SEL. BRASILEIRA

DIA DAS PANELEIRAS

DIA DO PACIFICADOR

DIA INTERNACIONAL DAS COOPERATIVAS

DIA DO VOLUNTÁRIO SOCIAL

DIA DA INDEP. DAS ILHAS SALOMÃO (1.978)

DIA DA MORTE DE CAZUZA (1.990)

 

 

SONETOS COMEMORATIVOS DO DIA:

 

 

07.07. 1º JOGO DE PELÉ PELA SELEÇÃO     (1.957)

 

 

 

 

 

 

 

 

Veste a camisa Canarinho,

o filho do seu Dondinho.

Esta será como uma bandeira,

em sua brilhante carreira.

 

No ano seguinte esta nação

seria no mundial Campeão.

Essa camisa ele eternizou

e o número dez consagrou.

 

Não importa essa 1ª vez,

se tudo que ele fez

foi honrar a seleção.

 

O seu futebol era tanto

que envolvido nesse manto

protegia a nossa nação.

 

07.07. DIA DAS PANELEIRAS

 

 

 

 

 

 

 

 

Hoje é dia da Paneleira

nessa terra brasileira.

Sua profissão nos revela,

sobre a revenda de panela.

 

Na sua luta diária

fez-se dela intermediária.

Da indústria para cozinha

a revenda é tudo que tinha.

 

A panela, se não erro,

seja de alumínio ou de ferro

é importante a todo momento.

 

Sabe disso a paneleira

que garante à cozinheira

cozer o melhor alimento.

 

07.07. DIA DO PACIFICADOR

 

 

 

 

 

 

 

 

Destaco com muito amor

o dia do Pacificador.

Nesse mundo violento

falar da paz é o momento.

 

Quando o conflito se intensifica

é ele quem pacifica.

Fala de paz e amor

num tom apaziguador.

 

Ele é um tipo de gente,

muito calmo e paciente

demonstrado em tudo que faz.

 

Serenidade na aparência,

que reflete em consequência

um espírito de muita paz.

 

07.07. DIA INTERNACIONAL DAS COOPERATIVAS

 

 

 

 

 

 

 

 

A Cooperativa tem sua luta diária,

a adesão deve ser livre e voluntária.

Em seu meio não há discriminação,

de política, sexo, social, racial ou religião.

 

A igualdade é o princípio que mais noto,

pois aqui todos tem o direito de voto.

O que se apura de janeiro a dezembro,

tem a participação econômica de cada membro.

 

A transparência é o que mais se incentiva,

o capital é parte comum da Cooperativa,

com sua independência e autonomia.

 

Tudo que se faz, a bem da verdade,

é de interesse de toda comunidade

na labuta do seu dia a dia.

 

07.07. DIA DO VOLUNTÁRIO SOCIAL

 

 

 

 

 

 

 

 

Hoje é o dia nacional

Do Voluntário Social.

A união de toda gente

Aqui se faz presente.

 

A pessoa deve estar ciente

de se apoiar mutuamente.

A opção de sobrevivência

todos devem ter consciência.

 

O voluntariado inspirado na compaixão

Esta ligado a nossa religião

tendo a santa casa nessa função.

 

Hoje não só a Pastoral

faz o trabalho social

em nome de toda nação.

 

07.07. DIA DA INDEPENDÊNCIA DAS ILHAS SALOMÃO (1.978)

 

 

 

 

 

 

 

Esse país, se não me engano,

Fica no Pacífico, grande Oceano.

Sua capital, já se declara,

É a bela cidade de Honiara.

 

Essa é uma nação insular,

Orgulho de um belo lugar.

Tem Vanuatu ao sul, Nauru nordeste,

Papua Nova Guiné a norte e oeste.

 

Uma das grandes preocupações

É a presença de vulcões

Em ilhas de grande porte.

 

Durante a Segunda Grande Guerra,

Violentos combates nesta terra

Causaram muita morte.

 

 

07.07. DIA DA MORTE DE CAZUZA (1.990)

 

 

 

 

 

 

Agenor de Miranda Araújo Neto,

O nome do meu cantor predileto.

Neste dia uma morte confusa,

Levou nosso querido Cazuza.

 

No rock foi um espelho,

Começou no Barão Vermelho.

Nos anos 80 o melhor avanço,

Chegou ao auge com “Bete Balanço”.

 

O seu amor na música declara,

Como em “O tempo não para”,

De quando da banda se separou.

 

A partir da separação,

Diversificou sua produção

Com “Faz parte do meu show”.

 

TAÇA LIBERTADORES DA AMÉRICA

 

 

 

 

 

 

 

 

SANTOS VENCE ATLÉTICO-PR DE VIRADA E OBTÉM VANTAGEM NAS OITAVAS DE FINAL

Em uma partida repleta de alternativas na Vila Capanema, em Curitiba, o Santos venceu o Atlético Paranaense por 3 a 2, pelo primeiro encontro valendo pelas oitavas de final da Libertadores da América. Com o resultado, a equipe alvinegra vai levar para a casa a vantagem de poder garantir a vaga para a sequência da competição mesmo com um empate.

O Furacão começou embalado e, aos seis minutos, Nikao aproveitou cruzamento para estufar a rede e abrir o placar. O Peixe chegou ao empate aos 25 minutos, com Kayke tocando por cima de Weverton. A virada veio na segunda etapa, com Bruno Henrique, aos 11 minutos, Kayke, com um golaço, aumentou a vantagem e Ederson descontou para o Rubro-Negro.

As equipes se encontram novamente para o jogo de volta no dia 10 de agosto, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro, em Santos.

 

 

 

 

 

 

 

 

PALMEIRAS PERDE PARA O BARCELONA AO APAGAR DAS LUZES: 0 X 1

O Palmeiras está em desvantagem nas oitavas de final da Copa Libertadores. Na noite desta quarta-feira, com um gol sofrido nos acréscimos em Guaiaquil, o time alviverde acabou derrotado por 1 a 0 pelo Barcelona, que passa a depender de um empate para seguir às quartas.

O técnico Cuca armou um esquema cauteloso para o confronto disputado no Equador. No primeiro tempo, bem postado atrás, o Palmeiras quase saiu na frente em jogada finalizada por Willian. A equipe local pressionou na etapa complementar e garantiu o triunfo com um gol de Alvez.

O jogo de volta entre Palmeiras e Barcelona de Guaiaquil está marcado para as 21h45 (de Brasília) do dia 9 de agosto, uma quarta-feira, no Estádio Palestra Itália. Às 16 horas deste domingo, no Mineirão, o time alviverde pega o Cruzeiro, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

BARCELONA 1 X 0 PALMEIRAS

BARCELONA Banguera; Velasco, Aimar, Arreaga e Pineida (Valencia); Minda (Castillo), Oyola e Diaz; Esterilla Alvez, Ayovi (Vera)

Técnico: Guillermo Almada

PALMEIRAS Fernando Prass; Tchê Tchê, Mina, Luan e Juninho; Thiago Santos e Bruno Henrique; Willian, Zé Roberto (Roger Guedes) e Dudu (Michel Bastos); Borja (Keno)

Técnico: Cuca

Local: Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guiaquil-EQU

Data: 5 de julho de 2017, quarta-feira

Árbitro: Patricio Losteau (ARG)

Assistentes: Diego Bonfa (ARG) e Gustavo Rossi (ARG)

Cartões amarelos: Pineida, Valencia, Diaz (BCN); Zé Roberto, Juninho, Tchê Tchê (PAL)

GOL: Alvez, aos 46min do 2ºT

 

 

 

 

 

 

 

 

GALO EM NOITE RUIM PERDE NA BOLÍVIA PARA JORGE WILSTERMANN

O Jorge Wilstermann voltou a mostrar força em seus domínios. Mais uma vez, a equipe boliviana fez do mando de campo sua maior arma e o Atlético é o novo nome que entra para a lista de adversários derrotados no Estádio Félix Capriles nesta edição da Copa Libertadores. Com a vitória por 1 a 0 sobre o Galo, o Wilster mantém os 100% de aproveitamento jogando em Cochabamba e leva a vantagem mínima para o duelo de volta, no dia 9 de agosto, no Independência, em Belo Horizonte.

Os bolivianos se classificaram às oitavas de final na segunda posição do Grupo 5 da Copa Libertadores. O Wilstermann foi o único dos segundos colocados a vencer todas as partidas como mandante. Mais que isso, venceu grandes equipes do futebol sul-americano. Jogando no Félix Capriles, os cochabambinos bateram Peñarol (6×2), Atlético Tucumán (2×1) e Palmeiras (3×2).

O Galo fez excelente papel e passou na primeira posição do Grupo 6 da Libertadores. A campanha foi a melhor da competição. Para isso, além de vencer os seus jogos no Independência, a equipe mineira também obteve bom desempenho jogando longe de Belo Horizonte. O Alvinegro venceu o Sport Boys por 5 a 1, na Bolívia, empatou com o Godoy Cruz em 1 a 1, na Argentina, e só foi derrotado pelo Libertad, por 1 a 0, no Paraguai.

Ao Atlético, deve ficar a resiliência de que o time pode voltar a apresentar seu melhor futebol jogando em casa. Assim como o rival boliviano, o Galo venceu todas as partidas que fez como mandante. No Horto, a equipe alvinegra derrotou Sport Boys (5 x 2), Libertad (2 x 0) e Godoy Cruz (4 x 1). O Wilstermann, por sua vez, perdeu todas as vezes que atuou longe de Cochabamba: Palmeiras (1 x 0), Atlético Tucumán (2 x 1) e Peñarol (2 a 0).

 

FLAMENGO GOLEIA PALESTINO NO CHILE PELA SUL- AMERICANA: 5 X 2

 

 

 

 

 

 

 

 

Rever abriu o marcador para o Fla no primeiro minuto do segundo tempo.

O Flamengo deu um grande passo para garantir a classificação às oitavas de final da Copa Sul-Americana. Em partida disputada na noite desta quarta-feira, no estádio La Cisterna, em Santiago, a equipe rubro-negra derrotou o Palestino por 5 a 2 e abriu grande vantagem. No jogo da volta, marcado para o dia 9 de agosto,na Ilha do Urubu, o time da Gávea pode perder por até três gols de diferença, desde que o Palestino não marque seis gols. A repetição do placar, a favor do time chileno, levará a decisão da vaga para a disputa de pênaltis.

Apesar de poupar titulares como Diego e Guerrero, o Flamengo foi sempre melhor do que o adversário. Após um primeiro tempo monótono e sem gols, os dois times partiram para o ataque na etapa final e o rubro-negro carioca soube usar a qualidade da sua equipe para construir uma vitória confortável. Réver, Berrio, Leandro Damião, Rafael Vaz e Everton Ribeiro marcaram os gols da equipe brasileira, enquanto Romo e Vidal anotaram para a equipe da casa.

O jogo

Diante de um público muito pequeno, o Flamengo começou a partida mostrando disposição. E, no primeiro minuto, Everton Ribeiro tentou a jogada individual e caiu na área pedindo pênalti, mas o árbitro nada viu de irregular no lance. Mesmo jogando em casa, o Palestino encontrava dificuldade para se livrar da pressão da equipe rubro-negra que marcava a saída de bola do adversário. Só aos cinco minutos é que o Palestino armou a primeira jogada de ataque. Que terminou com um chute torto de Gutiérrez, sem levar qualquer perigo para Thiago.

Aos nove minutos, Leandro Damião teve a chance de cabecear para o gol, mas mandou a bola nas mãos de Dario Melo. Aos 15 minutos, Everton Ribeiro tentou lançar Leandro Damião pelo alto, mas o atacante não alcançou a bola e Dario Melo teve dificuldade para mandar para escanteio.

O Palestino pouco aparecia no ataque. Só aos 18 minutos é que o goleiro Thiago foi exigido ao sair para cortar um cruzamento de Cereceda. Logo depois, o Flamengo teve uma boa chance para marcar. Berrio descobriu Leandro Damião na área e fez o passe, mas a zaga chilena conseguiu bloquear a conclusão do atacante.

O time brasileiro tinha o controle absoluto da partida, mas encontrava dificuldade para definir os lances de área, principalmente por causa da fraca atuação de Leandro Damião que não conseguia aproveitar as bolas que recebia. Depois dos 30 minutos, o ritmo do jogo caiu muito. Os dois times erravam muitos passes e não conseguiam se aproximar da área em condições de concluir.

Aos 36 minutos, o Palestino teve a sua melhor chance. Everton Ribeiro perdeu a bola na intermediária para Torres que lançou Gutiérrez que chutou com muito perigo para o gol defendido por Thiago. O Flamengo respondeu com pressão na área do Palestino. Após três cruzamentos não aproveitados, a bola sobrou para Leandro Damião que tentou a bicicleta, mas mandou para bem longe. Aos 44 minutos, Réver quase complicou a situação ao atrasar mal, mas o goleiro Thiago conseguiu aliviar a situação, chutando para a lateral.

Gols

Mal o segundo tempo começou, o Flamengo marcou o primeiro gol. Everton bateu escanteio, a zaga chilena falhou e Réver, de canela, escorou para as redes.

A vantagem do time carioca não demorou muito. Aos quatro minutos, o Palestino marcou o gol do empate. Após levantamento na área, Rafael Vaz rebateu e Romo pegou, de primeira, e bateu sem chances de defesa para Thiago. Surpreendido com o empate, o Flamengo partiu para buscar o segundo gol. Aos oito minutos, Everton chutou forte, a bola desviou na zaga e saiu. Na cobrança de escanteio, Berrio cabeceou com muito perigo. Aos 11 minutos, o time chileno desempatou. Arario cruzou da esquerda, Réver e Rafael Vaz falharam ao tentar cortar, e a bola sobrou para o zagueiro Vidal que tocou na saída de Thiago.

O Flamengo não se abalou e logo chegou ao empate, aos 14 minutos, através de Berrio. Após cruzamento de Everton, Leandro Damião trombou com a zaga, e a bola sobrou para Berrio que só empurrou para deixar tudo igual no marcador. Um minuto depois, o time rubro-negro marcou o terceiro gol. Everton investiu pela esquerda e cruzou. Leandro Damião, com muito estilo, desviou para o gol.

Novamente em desvantagem, o Palestino partiu para buscar, mais uma vez, o empate. Aos 22 minutos, Carmona chutou forte e Thiago espalmou para escanteio. Logo depois, Vidal cabeceou livre e mandou para fora quando tinha tudo para empatar.

O Flamengo passou a administrar o resultado, enquanto o Palestino juntava forças para tentar marcar o terceiro gol, mas esbarrava na limitação dos seus atacantes. Aos 36 minutos, o Flamengo ampliou. Everton bateu escanteio, Damião desviou e Rafael Vaz cabeceou para marcar. Foi o primeiro gol do ex-zagueiro do Vasco com a camisa rubro-negra. O Flamengo seguiu atacando e marcou o quinto gol aos 43 minutos, através de Everton Ribeiro, batendo pênalti que ele mesmo sofreu, definindo o placar.

PALESTINO 2 X 5 FLAMENGO

PALESTINO

Darío Melo, Romo(Rosende), Toro, Vidal e Diego Torres: Cereceda; Diego Gutiérrez, Fernández e Alan Arario(Tapia); Pinto(Carmona) e Gutiérrez

Técnico: Germán Cavallieri

FLAMENGO

Thiago, Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Renê; Cuéllar, Willian Arão(Romulo), Éverton Ribeiro e Everton; Berrío(Mancuello) e Leandro Damião (Felipe Vizeu)

Técnico: Zé Ricardo

Local: Estádio La Cisterna, em Santiago (Chile)

Data: 5 de julho de 2017 (Quarta-feira)

Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina)

Assistentes: Ezequiel Brailovsky (Argentina) e Iván Núñez (Argentina)

Cartão Amarelo: Diego Torres (Palestino)

GOLS: Réver, 1min, Romo, 4, Vidal, 11, Berrio, aos 14, Leandro Damião, 15, Rafael Vaz, 36, e Everton Ribeiro, aos 43min do 2ºT