DATAS COMEMORATIVAS DA EDUCAÇÃO – MAIO

EDUCAÇÃO – MAIO

 

 

01/05. Dia da Literatura Brasileira

01/05. Dia da Criação da Escola Naval (1.808)

13/05. Dia da Criação da Biblioteca Nacional

15/05. Dia do Professor Aposentado

20/05. Dia da Pedagogia

01.05. DIA DA LITERATURA BRASILEIRA

 

Há quem considere o ponto inicial

com o escrivão da frota de Cabral.

Pero Vaz compôs na primeira carta

um testemunho de Literatura farta.

 

 

Em 1.549, numa outra conjuntura,

apontam o início da nossa Literatura.

O poeta, padre José de Anchieta,

o teatro produz na sua caneta.

 

 

Na Literatura colonial,

a nossa figura maioral

foi Gregório de Matos Guerra.

 

 

Mas foi com o Romantismo

que um forte nacionalismo

foi o tema de nossa terra.

 


01.05. CRIAÇÃO DA ESCOLA NAVAL (1.808)

A chegada da família real

coincide com a Escola Naval.

Fugindo de Napoleão

muitos navios chegam à nação.

 

Pouco tempo no país,

já essa atitude feliz.

Por vontade de Dom João

ocorre a sua criação.

 

Até hoje a Escola Naval,

é um orgulho nacional

em termos de Educação.

 

Todo bom oficial,

da Marinha nacional

tem nela sua formação.

13.05. CRIAÇÃO DA BIBLIOTECA NACIONAL (1.811)

 

Com a chegada da Família Real

houve um progresso sem igual.

Tudo corria a mil

com D. João no Brasil.

 

Com a Biblioteca Nacional

veio o apoio cultural.

Todos nossos escritores

foram seus benfeitores.

 

Sempre foi muito precisa,

como fonte de pesquisa

para o nosso estudante.

 

O saber nela resiste,

pois no tempo persiste

até o presente instante.

15.05. DIA DO PROFESSOR APOSENTADO

 

Considere-se consagrado,

Professor Aposentado.

Graças a sua divina ação,

alguém galgou a formação.

 

Pelo trabalho apresentado,

quem sabe será lembrado?

Mas o cumprimento da missão,

não é um justo galardão.

 

Quantos anos de labor

teve o nobre educador

em prol de nossa criança.

 

Por toda sua dedicação

no trabalho da educação

ficará em nossa lembrança.

20/05 – DIA DA PEDAGOGIA

 

Dona de escola, supervisora, orientadora,

Coordenadora, tia ou professora.

É uma infinidade de função

Para essa profissional da educação.

 

Enfrenta uma sociedade nos dias atuais,

De poucos princípios e valores morais.

Nem dos pais encontram incentivos,

Mas lhes são cobrados tantos objetivos.

 

Sem preconceito de cor, raça ou religião,

Recebe a todos sem distinção

Lidando com todo tipo de gente.

 

O futuro de cada profissão,

Passa por essa divina mão

Na difícil missão do docente.