DATAS COMEMORATIVAS – CONFLITOS ARMADOS – JULHO

DATAS COMEMORATIVAS – CONFLITOS ARMADOS – JULHO

 

02/07. Partida do 1º Escalão da FEB (1.944)                051

02/07. Procl. da Confederação do Equador                  052

05/07. Dia da Revolta do Forte de Copacabana            053

05/07. Dia da Revolução de São Paulo (1.924)             054

06/07. Dia da Luta pelo controle de MT (1.906)           055

09/07. Revolução Constitucionalista (1.932)                056

14/07. Dia da Tomada da Bastilha (1.789)                    057

18/07. Dia dos Veteranos de Guerra                             058

21/07. Dia dos Mortos da Marinha                                 059

 

02.07. PARTIDA DO 1º ESCALÃO DA FEB (1.944)

 alt

Parte rumo ao solo italiano,

nesse dia e mês do ano.

A Força Expedicionária Brasileira,

com a sua Divisão Primeira.

 

Esse nosso primeiro Escalão

foi orgulho pra toda nação.

5.075 homens formam o contingente

que representa a nossa gente.

 

Longe de nossa terra,

durante a Segunda Guerra

lutaram bravamente.

 

Vitórias em muitas batalhas,

motivo de tantas medalhas

que ficaram em nossa mente.

 

 

 

02.07. PROCLAMAÇÃO DA CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR (1.824)

 alt

A princípio com um plano maluco,

a Junta Governativa de Pernambuco

assume posicionamento guerreiro

rompendo com o Rio de Janeiro.

 

Seu plano põe em ação

lançando a Proclamação

com todo o seu destemor

a Confederação do Equador.

 

O movimento deste ano

era Separatista e Republicano

e nunca teria volta.

 

Mas logo perde a liderança,

e com ela a esperança

sendo debelada a Revolta.

 

 

 

05.07. REVOLTA DO FORTE DE COPACABANA(1.922)

 alt

Coloque também na sua lista,

a primeira revolta tenentista.

Foram trezentos bravos combatentes,

comandados por dezoito tenentes.

 

Artur Bernardes ganhou pra presidente,

não queria a sua posse essa gente.

Mas as tropas fiéis à Oligarquia,

atacou com esmagadora maioria.

 

Os revoltosos partiram pra luta,

no corpo a corpo a inglória disputa

e muitos tombaram na Avenida.

 

Em meio a tantos nomes,

Siqueira Campos e Eduardo Gomes,

conseguiram escapar com vida.

 

 

 

05.07. REVOLUÇÃO DE SÃO PAULO (1.924)

 alt

Foi uma nova Revolta Tenentista,

contra o governo Oligarquista.

Isidoro Dias e o tenente Juarez,

tomaram São Paulo de vez.

 

Mas pouco adiantou tal esforço,

do Rio de Janeiro veio reforço.

A Coluna Paulista fugiu apressada,

empreendendo uma grande jornada.

 

Luís Carlos Prestes entra na dança,

ele é o ¨Cavaleiro da Esperança ¨

que a Isidoro se juntaria.

 

A Coluna Prestes com seus guerreiros,

cruzou doze Estados brasileiros

e só na Bolívia se desfaria.

 

 

 

06.07. LUTA PELO CONTROLE DE MATO GROSSO (1.906)

 alt

Já houve muito alvoroço

no Estado de Mato Grosso.

Na luta pelo poder

todo mundo quer vencer.

 

Não é luta de quartéis,

esse encontro de coronéis.

É nada mais que uma guerra,

na conquista pela terra.

 

Generoso Ponce é derrotado,

perde o controle do Estado

e logo aceita a paz.

 

Registrada na história,

está a grande vitória

do Coronel Totó Paes.

 

 

 

09.07. REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA (1.932)

 alt

Em trinta a Revolução

que abalou toda nação.

Dois anos se passaram

e os anseios não se calaram.

 

A volta à legalidade

ecoava por toda cidade.

O povo de nossa grande nação

queria uma nova Constituição.

 

Muita gente morreria,

buscando a Democracia

que o governo sufocou.

 

O sonho de trinta e dois,

vingaria dois anos depois

na Lei maior que mudou.

 

 

 

14/07. DIA DA TOMADA DA BASTILHA (1.789)

(DIA NACIONAL DA FRANÇA)

 alt

A Burguesia ainda tem esperança,

ela disputa o poder na França.

O povo na Revolução segue a trilha,

ele invade e toma a Bastilha.

 

O alto clero e toda nobreza,

despencam junto à realeza.

A Burguesia assume o poder,

o povo logo vai deixar de sofrer.

 

A Revolução Francesa,

com a queda da nobreza

deu o exemplo mais profundo.

 

As colônias se libertaram,

do pesadelo despertaram

e mudaram o rumo do mundo.

 

 

 

18.07. DIA DOS VETERANOS DE GUERRA

 alt

Há paz em toda terra

viva os veteranos de guerra.

Vai aqui nessa mensagem

a nossa carinhosa homenagem.

 

Quantos pracinhas brasileiros

tombaram em territórios estrangeiros.

E quantos deles nesse dia

relembram toda nostalgia.

 

Amigos que não vemos mais,

morreram desejando a paz,

defendendo o solo amado.

 

Que Deus nos livre da guerra,

semeie a paz na terra

sendo ela o nosso legado.

 

 

 

21.07. DIA DOS MORTOS DA MARINHA

 alt

A nossa Marinha de glória

tem o seu nome na História.

Já no período Imperial

foi orgulho nacional.

 

Na Guerra do Paraguai

para a frente do confronto vai.

Comanda os bravos com muita fé,

o grande Almirante Tamandaré.

 

Durante a Segunda Guerra,

marinheiros de nossa terra

tombaram no solo estrangeiro.

 

Permanece em nossa memória,

os mortos de nossa história,

o nosso bravo guerreiro.